Saiba Mais Sobre Descupinização na Zona Oeste


Os Cupins são insetos sociais, que vivem em ninhos formados pôr casta. Estas castas apresentam na sua fase adulta, formas de vidas com atividades variadas no ninho. São elas, os Operários, responsáveis pela coleta e distribuição do alimento, manutenção do ninho, construção de túneis e galerias na busca de alimento, e constroem os ninhos com pelotas fecais. Os soldados são indivíduos que possuem em suas cabeças uma blindagem além de mandíbulas e utilizam tais “armas” para defender ataques ao ninho durante a busca do alimento. Seus principais inimigos são as formigas. Os reprodutores Primários são conhecidos na linguagem popular como “Siriris ou Aleluias”, possuem asas, olhos e aparelhos sexuais. São os responsáveis nas épocas de revoada pela formação de novos ninhos, perpetuando dessa forma sua espécie. Os reprodutores Secundários são indivíduos assexuados que permanecem no ninho ou fora dele e tem a função de substituir o rei ou a rainha em caso de óbito. O rei e a rainha fazem o trabalho de reprodução do ninho diariamente, e nos dois primeiros meses a rainha coloca um ovo pôr dia aumentando gradativamente de acordo com a espécie podendo chegar até 80.000 ovos pôr dia como o da espécie encontrada da África do Sul.

Estatísticas feitas nos EUA afirmam que ataques invisíveis dos cupins geram mais prejuízos que incêndios e tempestades. O tratamento contra cupins (descupinização) desenvolvido pela Resoltec consiste em quatro etapas:

  • Determinar a espécie e intensidade da infestação
  • Tratamento da área afetada local
  • Criação de barreira química protetora entre a estrutura e o cupim, evitando e prevenindo a penetração
  • Monitoramento